O Glaucoma é uma patologia que pode acometer pacientes de todas as faixa-etárias e é classificado de diferentes formas.

O Glaucoma primário de ângulo aberto é muito prevalente em nosso meio e consiste em uma patologia silênciosa onde sintomas aparecerão em um estágio muito avançado da doença. O seu diagnóstico precoce é realizado com um completo exame oftamológico. Avaliações complementares com exames de alta tecnologia podem realizar o diagnóstico do glaucoma de ângulo aberto de forma mais precoce. Estes exames são: campo visual computadorizado, papilografia computadorizada e paquimetria ultrassônica. A curva diária de pressão, fornece informações importantes em relação ao pico matinal, pressão média e varibilidade da pressão intra-ocular.

Atualmente disposmos do OCT de dominio spectral da Heidberg Engeeniring que mede em micras (fração de milimetros) a espessura da camada de fibras nervosas. Este exame pode se realizar de forma não midriática. Os modulos de acompanhamento com eye-tracker e o Assymetry Analysis fazem o seguimento muito confiável. Além disso pode ser realizar OCT de dominio spectral da Heidberg Engeeniring módulo de segmento anterior para avaliar o ângulo. A avaliação do ângulo é fundamental para o diagnóstico de glaucoma de ângulo fechado. Ela deve ser feita por gonioscopia (avaliação do ângulo).

O tratamento do glaucoma, assim como o seu diagnóstico, depende da etiologia. As estratégias terapêuticas incluem uso de medicação para baixar a pressão, uso de trabeloplastia a laser, uso de laser YAG para realização de iridotomia e iridoplastia e cirurgias fistulizantes bem como implantes de tubos e válvulas.